Tudo a Custo Zero: Greve dos Combustíveis: Saiba Como Fazer para Evitar Problemas

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Greve dos Combustíveis: Saiba Como Fazer para Evitar Problemas


A greve dos motoristas está marcada para dia 12 de agosto. A uma semana da greve anunciada pelos motoristas de matérias perigosas por tempo indeterminado, pode e deve saber quais são os postos em que será possível abastecer o carro durante o período da greve.



A Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE) divulgou a lista da Rede de Emergência de Postos de Abastecimento (REPA), que conta com mais 16 postos do que na altura da anterior greve.

Conta com 326 postos de abastecimento estratégico, que deverá garantir o abastecimento de combustíveis durante o tempo de paragem dos motoristas, ajudando a evitar constrangimentos quer do cidadão comum, quer das empresas.

Pode consultar aqui a lista de postos de abastecimento.



Tome nota dos três pontos que deve ter em consideração na hora de abastecer ou armazenar combustível:

1. Caso decida recorrer a um recipiente de reserva para o transporte do combustível, o máximo que pode transportar são 10 litros. Se transportar quantidades acima poderá ficar sujeito a uma multa que pode chegar aos 2500 euros, se se tratar de um particular ou 4500 euros para uma pessoa coletiva.

2. Nos postos de rede de emergência só pode abastecer 15 litros. Nos restantes o máximo são 25 litros.

3. A lei proíbe a armazenagem de combustíveis em garagens de edifícios
Deixamos-lhe ainda quatro dicas da Deco para se prevenir:
  1. Abasteça o carro alguns dias antes do início da greve e utilize-o apenas em deslocações absolutamente necessárias. Use os nossos truques para poupar no combustível
  2. Utilize preferencialmente os transportes públicos, uma vez que estes dificilmente serão afetados já que estão abrangidos pelos serviços mínimos.  
  3. Se o seu trabalho o permitir, negoceie com o seu chefe trabalhar a partir de casa
  4. Reforce a despensa e o frigorífico para evitar deslocações na altura da greve


Fonte: contasconnosco.pt

    Sem comentários :

    Enviar um comentário