Devolva a Sua Garrafa de Plástico e Receba um Talão de Desconto em Troca

Em 23 grandes superfícies do país foram instaladas máquinas automáticas para receber as garrafas que têm de estar vazias e devidamente fechadas com a tampa respectiva, não podendo ser espalmadas.





A devolução de garrafas de plástico vai dar direito a talões de desconto entre dois e cinco cêntimos GONCALO DIAS

Já é possível receber um talão de desconto por cada garrafa de plástico não reutilizável que deposite em máquinas automáticas instaladas para o efeito em 23 grandes superfícies de todo o país.

O desconto pode não ser significativo (entre 0,02 e 0,05 euros), mas o objectivo que se pretende alcançar em termos de recolha e reciclagem é bem mais expressivo.

Noutros países da União Europeia em que este sistema já funciona, foi possível atingir metas de recolha acima dos 80%, garante o Ministério do Ambiente e da Acção Climática (MAAC).

Há, contudo, algumas regras a seguir para que as garrafas sejam aceites pelas máquinas – têm de estar totalmente vazias, não terem sido espalmadas e estarem devidamente fechadas com a respectiva tampa.

Também é necessário que o código de barras esteja legível. Para esclarecer qualquer dúvida, está previsto um plano de comunicação e sensibilização com toda a informação sobre as garrafas abrangidas por este projecto, diz o MAAC.

O uso que vai dar aos talões de desconto que irá receber pode ser decidido na hora. Tem a possibilidade de o descontar nas suas compras, na mesma loja em que entregou as garrafas, ou doar o valor a uma instituição de solidariedade social.

Por enquanto, as máquinas automáticas podem ser encontradas no Pingo Doce de Bragança e da Estrada Nacional 114, ao quilómetro 4,5 (na zona de Évora); no Auchan de Guimarães, Carnaxide, Almada e Portimão; no Continente de Braga e do Gaia Jardim (Vila Nova de Gaia); no Modelo/Continente de Monção, Alameda Shopping (Porto), Viseu, Covilhã, Coimbra, Leiria, Almeirim, Portalegre, Amadora, Évora, Beja e Sines; no Barcelodis de Barcelinhos; no Distripafer de Paços de Ferreira e no Troncadis do Entroncamento.

O objectivo deste projecto, que foi alvo de uma candidatura de um consórcio liderado pela Associação Portuguesa dos Industriais de Águas Minerais Naturais e de Nascente, é garantir que as garrafas recolhidas são encaminhadas para reciclagem, sendo utilizadas na produção de novas embalagens e promovendo assim a circularidade dos materiais.

De acordo com o comunicado do MAAC, que anuncia o arranque do projecto-piloto, com este sistema de incentivos pretende-se alcançar “o cumprimento de metas de recolha (50% do potencial de recolha), de reciclagem (97%) e de incorporação de plástico reciclado na produção de novas garrafas de bebidas (50%)”.

Comentários

Agenda Deco Proteste 2021 Grátis