Tudo a Custo Zero: Boleias - Encontre a Viagem Mais Barata

domingo, 19 de maio de 2019

Boleias - Encontre a Viagem Mais Barata


Partilhar uma deslocação de carro com várias pessoas é uma opção cada vez mais viável. E todos saem a ganhar.


Todos precisamos de nos deslocar. Se o pudermos fazer de uma forma mais económica, tanto melhor. Apanhar ou dar "boleias" é cada vez mais a alternativa que se impõe. Daí a quantidade crescente de grupos existentes no Facebook com esse propósito. E também de sites na internet.

O grupo do Facebook Boleias: Porto - Lisboa, criado em 2011, já conta com 14 mil membros. João Figueiredo, fundador e gestor, estima que, em dois anos, já tenham sido realizadas mil viagens/mês e tenham sido dadas 24 mil boleias.

A poupança, na ótica dos utilizadores, será de um milhão de euros.
Nuno Pinto, administrador do site deboleia.com, relaciona o crescente interesse por esta forma de deslocação com a crise que se vive no País.

Cuidados a ter em conta
As questões de segurança são as que mais nos deixam reticentes. Devemos aceitar boleia de um estranho? 

O sítio deboleia.com tem dicas para prevenir que sejamos apanhados de surpresa. Pedir o número de identificação das pessoas que viajam connosco e marcar encontro num local movimentado, são exemplos.

Verificar sempre quem são os amigos comuns das pessoas que nos acompanham, antes de aceitar a boleia. 


O sítio umcoche.com terá à disposição perfis com informações detalhadas sobre condutores e passageiros.

Em carpool.com cada utilizador tem uma conta com informações que o identificam (do perfil consta nome, data de nascimento, e-mail e género). A partir daqui, pode estabelecer-se o contacto para pedir informações adicionais.

Veja também:
Há grupos em que os gestores tentam adicionar apenas estudantes e ex-estudantes que façam o percurso indicado, de modo a zelar pela segurança dos membros.

O principal objetivo de quem usa este serviço é poupar tempo e dinheiro, mas acaba por ser uma forma de conhecer novas pessoas, num sistema que assenta na confiança mútua. “Este conceito de partilha e confiança parece-me extremamente positivo. É de certa forma um contributo para atenuar o individualismo da sociedade atual, nem que seja por necessidade

Sem comentários :

Enviar um comentário