5 Conselhos para Poupar Energia com o seu Frigorífico

Conheça 5 formas de poupar energia com o seu frigorífico, reduzindo gastos no orçamento familiar, mudando alguns hábitos do dia a dia. Diminua os gastos e ajude o ambiente, sem prescindir do conforto.



Sabia que o frigorifico é o electrodoméstico que mais consome?
Um uso eficiente do mesmo, e colocando em prática estes 5 conselhos irá ajudá-lo a poupar energia com o frigorifico e a baixar a conta da luz que por vezes é uma dor de cabeça.
Estima-se que o consumo energético do frigorifico é cerca de 25 a 30% do consumo total do lar.
De facto este nunca “dorme”. Está ligado durante todo o ano, e isso é visível principalmente na hora da pagar a luz. Como podemos reduzir o consumo? 
Tome nota dos seguintes passos que são grande gestos para poder poupar.
Como poupar energia com o seu frigorífico? 
1- Consulte a etiqueta da eficiência energética

Na hora de comprar um frigorifico, escolha sempre a classificação A. Hoje em dia todos os electrodomésticos têm uma etiqueta que mede a sua eficiência energética. Esta pode ser A, A++ e A+++. Ao inicio poderá achar que será um gasto desnecessário, mas a longo prazo valerá a pena.

2- Controle a temperatura

Uma temperatura demasiado baixa tambeém faz com que o consumo energético dispare. A temperatura adqueada é de 5ºC no frigorífico e -18ºC no congelador. Desta forma, tanto alimentos como a sua carteira se conservarão em melhores condições.


3- Pense bem onde colocar o frigorifico

A eleição do lugar onde colocar o frigorifico deve ser pensada préviamente. É importante que esteja afastado de qualquer fonte de calor, como o forno, a vitrocerâmica ou até da própria luz solar. O frigorifico deve instalar-se num local fresco e seco, com boa ventilação. Além disso, não se deve bloquear os orifícios de ventilação e deve haver espaço, tanto em cima como em baixo.

4- Evitar abrir a porta em demasia

Não se deve abrir a porta do frigorifico demasiadas vezes: seja para colocar ou tirar alimentos. Tenha em conta que quando abre a porta, a temperatura interior sobe, pelo que, para recuperar a temperatura “normal” necessária ao bom funcionamento, é produzido um pico de consumo. 


5- A ordem importa

Colocar os alimentos de forma adequada no frigorifico, não apenas ajudará a que se conservem da melhor maneira, como a reduzir o gasto energético e a poupar na luz. Para isso, siga as instruções do fabricante, e centre-se nos ícones interiores do frigorifico. 
De forma geral, coloque na parte de superior os alimentos frescos; na parte inferior, carne e peixe crús, pois é a zona mais fria. Reserve as gavetas para as frutas e legumes e na porta os alimentos que não requerem temperaturas muito baixas, tal como ovos, leite, sumos ou manteiga. Importante será dizer para nunca colocar alimentos quentes no frigorifico. 

Colocaria em prática estes conselhos? Não pense mais, e comece a poupar: as suas finanças e o meio ambiente irão agradecer-lhe.




Comentários