Tudo a Custo Zero: Várias Ofertas de Emprego na Suiça

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Várias Ofertas de Emprego na Suiça

Se está a pensar emigrar e pondera a Suíça como destino, saiba o que deve ter em conta antes de tomar uma decisão.

Conselhos Relevantes:
Antes de emigrar, conheça as oportunidades de trabalho e as condições de vida no país.

Saiba que o custo de vida na Suíça é muito elevado, refletindo-se sobre o custo das casas. Para informação sobre o tema, veja em www.immoscout24.ch ou www.homegate.ch. Já o custo com os transportes varia de acordo com o meio utilizado e a distância. 

Assegure-se, pois, de que dispõe de meios financeiros para se sustentar no início e, eventualmente, para regressar a Portugal se não encontrar emprego. Além disso, é muito recomendável ter conhecimento de, pelo menos, uma das línguas oficiais (francês, alemão ou italiano), tendo em conta a língua dominante no seu cantão de destino.

Ao estabelecer residência na Suíça, deverá proceder à sua inscrição consular junto dos serviços consulares da sua área de residência. Veja AQUI os contactos.

Quanto à saúde, a Suíça dispõe de uma boa rede, mas privada, pelo que é obrigatório um seguro de doença junto de uma seguradora local.





Deverá, também, ser portador do Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD) para que, em caso de necessidade, possa ter acesso a cuidados de saúde na Suíça, enquanto não estiver coberto pelo sistema de saúde do país. O CESD pode ser pedido através do site da Segurança Social ou no Centro Distrital do Instituto da Segurança Social da sua área de residência.

Ao nível do ensino, a Suíça aderiu ao Espaço Schengen, o que significa que os seus filhos têm o direito de frequentar uma escola nas mesmas condições do que os cidadãos suíços. O ensino é área de competência específica dos cantões, com regimes escolares que diferem, não existindo aparelho administrativo centralizado que tutele o sistema como um todo.

Condições de trabalho:

Não existe salário mínimo nacional na Suíça. Naquele país, há diferentes patamares salariais considerados «mínimos de subsistência», dando direito a que o trabalhador se candidate a apoios sociais de diversa ordem. Para ter uma perceção dos salários pagos por setor de atividade, poderá consultar o site (em francês).

As famílias com filhos têm direito a receber abono de família, cujo valor difere de cantão para cantão. Se um dos cônjuges reside fora da Suíça, será necessário apresentar o formulário E411, a solicitar nos serviços de Segurança Social da área de residência.
Para informações sobre descontos para a Segurança Social na Suíça e sobre prestações sociais resultantes da atividade laboral, consulte: AQUI e também AQUI.


Para informações sobre impostos, contacte a Administration Féderal des Contributions.
Em caso de litígio laboral, contacte o tribunal de trabalho local (Arbeitsgericht / Tribunal du travail / Tribunale del lavoro) ou o seu sindicato suíço, caso seja sócio.

Ofertas de emprego:

Conheça várias oportunidades para quem seja fluente na língua portuguesa na Suíça no seguinte link




Arquivo do blogue