Tudo a Custo Zero: ADSE Pode Chegar a Mais Beneficários, Incluindo Privados

segunda-feira, 11 de maio de 2015

ADSE Pode Chegar a Mais Beneficários, Incluindo Privados

Cônjuges e filhos com mais de 26 anos também vão poder usufruir da ADSE.

A ADSE pretende fazer uma alteração nas suas regras de inscrições alargando os seus serviços não só aos trabalhadores do sector público, mas também, aos cônjuges de funcionários públicos que trabalhem no privado e aos seus filhos adultos, caso estes últimos estejam dispostos a pagar por isso.


Veja também: 


As alterações vêm expressas no Plano de Atividades para 2015. Atualmente este alargamento só e possível a cônjuges que não exerçam atividade no privado, não sejam aposentados e não estejam a receber subsídios de desemprego.

Mas no relatório lê-se ainda que vai ser equacionada a hipótese de os filhos dos beneficiários titulares com mais de 26 anos poderem continuar a manter a condição de beneficiário, mediante uma comparticipação financeira.

As alterações so subsistema de saúde aplicam-se também a polícias e militares, dá conta o Jornal de Negócios.




Desde o ano passado, quando este regime passou a ser opcional, já desistiram da ADSE 2.965 pessoas. A redução do número de funcionários do sector público, a perda de direitos dos descendentes e a regularização de registo de óbitos são apontadas como as principais razões para estes números.




Arquivo do blogue