Tudo a Custo Zero: 10 Dicas: O que Precisa Mudar no Seu Currículo para Arranjar Emprego

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

10 Dicas: O que Precisa Mudar no Seu Currículo para Arranjar Emprego

Já questionou por que não obtém resposta às suas candidaturas de emprego?
Talvez tenha que mudar a forma como está a agir nas redes sociais e proceder a alterações no seu currículo.

A pensar naqueles que muitas vezes não percebem o porquê de se terem candidatado a uma oferta de emprego e não obterem qualquer resposta, o Mashable elaborou uma lista de coisas que pode precisar de mudar no seu Curriculum Vitae.


1. Ainda usa um endereço de email do hotmail ou da AOL. Vive-se cada vez mais no futuro e não no passado. Por isso, a menos que se esteja a candidatar a um emprego como historiador em 1999, então deve mudar a sua conta de email para, por exemplo, o Google. Ganha pontos se tiver também um email com o seu próprio domínio, pois mostra que tem bons conhecimentos informáticos.


2. Não está presente no Google. Não precisa ser famoso como o Cristiano Ronaldo ou o Michael Jackson, mas convém que possua alguma informação sua online, como um perfil de LinkedIn, de Twitter ou até uma página pessoal ou um blog.

Veja também: Saiba Tudo Sobre o Subsídio de Desemprego para Empresários

3. O seu último tweet é de 2011. Possuir uma conta numa rede social mas não dar sinais de vida não abona a seu favor. Não precisa de ser um fanático e publicar tudo o que faz, mas faça comentários ou publicações pelo menos semanalmente.

4. Fotos de perfil no Facebook pouco profissionais. Fotos em trajes menores ou em poses como se de uma cantor de hip hop se tratasse devem ser completamente eliminados a menos que se esteja a candidatar-se para trabalhar com o Snoop Dogg.

5. Selfies como foto de perfil do LinkedIn. O LinkedIn é, por definição, uma rede profissional. Por isso, espera-se que a sua foto corresponda a este requisito. Não precisa de nenhum fotógrafo profissional para lhe tirar uma fotografia, mas tenha em atenção aos seguintes critérios: deve estar a olhar de frente para a câmara, mostrar toda a sua face.

6. O único número que possui no seu Currículo é o número do telefone. Atualmente, é importante que apresente resultados sobre as coisas que foi conseguindo alcançar ao longo da sua vida profissional. Caso contrário, a empresa considerará que não possui os requisitos para pertencer a uma equipa ambiciosa.



7. Fala exclusivamente das funções que já exerceu. O recrutador não quer saber só as funções que estava obrigado a cumprir. Quer saber aquilo que conseguiu alcançar, as suas estratégias, aquilo que o motiva. Mostre resultados.

8. Não tem qualquer trabalho da sua autoria desde que saiu da Universidade. Possui atualmente diversos canais através dos quais pode escrever, como blogs. Ao fazê-lo demonstra que tem interesse em produzir e publicar conteúdos.


Veja também: É Mãe ou Pai? Veja Como Trabalhar a Tempo Parcial

9. Já se candidatou a dezenas de empregos na mesma empresa. Ter uma grande vontade de fazer parte da empresa é um bom sinal, mas mostrar-se desesperado não. Defina bem qual é o cargo que quer exercer e aplique-se apenas nesse lugar.

10. Esqueceu-se de usar Ctrl + F. Todos sabem que escrever com erros é inaceitável, mas ainda mais inacreditável é enviar uma candidatura a uma empresa enganando-se no nome da entidade ou da pessoa a quem dirigiu o seu currículo. É óbvio que ninguém escreve cartas de apresentação diferentes para cada emprego a que se candidata, mas deve mostrar alguma atenção nestes pormenores que podem ser cruciais.


Arquivo do blogue